Blog | Incepa

Saiba como limpar corretamente os revestimentos da Incepa


Que o porcelanato é resistente, ninguém duvida! Mas existem cuidados que podem fazer uma grande diferença na durabilidade do material. Limpar corretamente os revestimentos garante que a beleza da peça perdure, assim como o seu brilho. Ainda, existem cuidados a serem tomados em ocasiões diferentes - como nos momentos após a realização das obras - e, também, vale a pena dar uma atenção especial ao rejunte das peças, mantendo-os sempre limpos.

Para te ajudar a deixar o porcelanato com uma aparência de novo por muito mais tempo, separamos algumas algumas dicas importantes. Confira!

Limpeza pós-obra

Como já era de se esperar, limpar corretamente os revestimentos após o término das obras é diferente de fazer uma limpeza diária. Isso porque essa será a primeira limpeza do material. Quando bem feita, essa faxina pode ajudar a manter as peças livres de manchas durante ANOS! Ou seja: ela é importante para garantir um ambiente com a aparência de “novo” por mais tempo.

Após o término da reforma, é comum que fiquem restos de materiais abrasivos no ambiente. Cimento, gesso e excesso de poeira podem acumular no porcelanato e, se esse for o seu caso, é importante remover esses resíduos com bastante cuidado. O primeiro passo para limpar corretamente os revestimentos é usar um pano seco e macio nas superfícies em que há o acúmulo dos resíduos, retirando-os delicadamente.

Em seguida, umedeça uma esponja apenas em água e, com ela, limpe a peça. Esse passo ajudará a evitar as manchas e deixará o porcelanato brilhando. Lembre-se de usar o lado macio da esponja na hora de fazer a limpeza, já que o lado mais áspero pode riscar a peça. Terminada esta etapa, é hora de aplicar um produto específico para a primeira limpeza do revestimento. Você pode encontrar diversas variações de produtos em lojas de materiais de construção e o uso deles é muito importante para deixar os revestimentos livres de manchas.

Caso caiam respingos de tinta no porcelanato durante a reforma/obra, não force a remoção deles com esponjas de aço, pois isso pode prejudicar a integridade da peça. Nesse caso, aposte em ácidos - como Aguarrás ou Thinner - ou em um solvente orgânico. Mas atenção: esses produtos exigem muito cuidado ao serem manuseados. Por isso, use-os com bastante cautela. Ainda, não deixe-os agindo por muito tempo no porcelanato. Apenas aplique-os e remova com um pano logo em seguida.

Depois, lave bem as mãos para evitar que fiquem resíduos - mesmo se você fizer essa etapa utilizando luvas.

Limpeza do rejunte

Para limpar corretamente os revestimentos também é importante dar atenção ao rejunte das peças. Para fazer a limpeza dos rejuntes no momento pós-obra, tenha em mãos o produto específico para a limpeza do porcelanato que você já adquiriu anteriormente. Dilua-o em água e deixe agir por cerca de dez minutos. Então, umedeça uma esponja e use o lado macio dela para limpar os rejuntes. Essa limpeza pode ser feita juntamente com a dos porcelanatos no período pós-obra, desde que o rejunte tenha sido aplicado há mais de uma semana.

Para fazer a limpeza dos rejuntes no dia a dia, basta utilizar um saponáceo cremoso com a ajuda de uma esponja macia. Deixe o produto agir por alguns minutos e retire-o com a esponja. Quando o porcelanato é aplicado em ambientes que acumulam umidade - como nos banheiros, por exemplo, - pode acontecer de o rejunte ficar com manchas ou acumular mofo. Neste caso, basta mergulhar uma escova de dentes de cerda de nylon em uma solução de vinagre branco puro ou diluído em água. Esfregue a escova no local e logo o rejunte ficará limpo.

Seja qual for o momento e o objetivo da limpeza - pós-obras, dia a dia ou para a remoção de manchas, - nunca utilize esponjas de aço nos rejuntes. Essa ação pode aumentar a porosidade da argamassa e corroê-la. Assim, o local ficará mais suscetível ao bolor.

Limpeza no dia a dia

Para limpar corretamente os revestimentos no dia a dia não é preciso de muito. Detergente neutro diluído em água e um pano umedecido nesta solução já basta. Após fazer a limpeza com a solução, passe somente água limpa no local e seque o revestimento com um pano seco. Caso permaneça algum resíduo nas peças, deixe a solução de detergente e água agir por alguns minutos e depois esfregue com uma vassoura de cerdas macias.

No mercado, existem diversos produtos com alta acidez e alcalinidade que prometem facilitar a limpeza. Para os porcelanatos, é melhor evitá-los! Isso porque eles costumam ser muito agressivos, podendo causar danos irreversíveis nas superfícies das peças. Por isso, nossa recomendação é de usar apenas o detergente, que possui um pH neutro, e a água.


Vale lembrar que os porcelanatos podem ser encontrados em alguns materiais diferentes, e cada um deles merece cuidados especiais:

Porcelanato Acetinado

Resistente a riscos, pouco escorregadio e com menos chances de acumular manchas, o porcelanato acetinado tem um acabamento sem brilho - e, como o próprio nome sugere, acetinado.

Para limpar corretamente os revestimentos acetinados, basta utilizar água com detergente diluído ou, para uma limpeza ainda mais rápida e superficial, apenas usar um pano umedecido em água. Passe o pano úmido no revestimento e, após, seque com um pano seco.

Porcelanato Fosco

O revestimento de acabamento fosco tem um visual interessante, porém, traz consigo uma superfície mais porosa. Por isso, na hora de fazer a limpeza, não use produtos pesados - nem mesmo água sanitária. A dica é continuar investindo na misturinha “mágica” que já citamos acima: detergente neutro diluído com água. Assim, é só umedecer um pano e fazer a limpeza do ambiente.

Porcelanato Polido

Com brilho próprio, o porcelanato polido costuma chamar bastante atenção. Delicado e levemente escorregadio, é comum que ele venha de fábrica com uma camada de cera protetora por cima. Essa cera só deve ser removida após a aplicação da peça e, para fazê-la, basta molhar uma esponja macia em uma solução de água com detergente líquido e esfregar cuidadosamente na peça. Depois, passe um pano úmido apenas com água e seque com um pano seco.

Para a limpeza semanal, a dica é a mesma das anteriores: diluir um pouco detergente em água e passar a solução, no revestimento, com um pano.

Como remover manchas específicas do porcelanato

É possível que, com o tempo, surjam manchas nos porcelanatos. Elas podem aparecer por causa do acúmulo de poeira, de bebidas e comidas que caíram e não foram removidos corretamente na hora, do excesso de circulação no ambiente, entre outros. Ainda assim, a maior causa das manchas acontecem devido ao uso de produtos de limpeza inadequados - ou de limpezas feitas de maneira incorreta.

Seja qual for a causa das manchas, para limpá-las de vez use apenas água e detergente neutro. Isso mesmo! Nada de aplicar produtos abrasivos e esfregões. Caso não funcione, uma segunda opção é utilizar a água sanitária diluída. Lembre-se que qualquer produto não deve ficar agindo por muito tempo nos revestimentos. Assim, aplique a solução de detergente ou de água sanitária com um pano macio e, após, seque o local com um pano seco.

Limpe corretamente os revestimentos

Pronto, agora você aprendeu a limpar corretamente os revestimentos. Viu como é fácil? Na maior parte dos casos, um detergente neutro diluído em água e um pano macio - ou uma esponja - farão milagres pelo local.

Lembre-se de manter os cuidados com o revestimento sempre em dia, adicionando-o na sua rotina de afazeres com o imóvel. Assim, será mais fácil mantê-lo brilhando, limpo e livre de manchas por muito mais tempo!

Av. Padre Natal Pigato, 974
Campo Largo – PR
CEP: 83.607-240
Fone: +55 (41) 2105-2500
Fone: +55 (41) 3391-1000